segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Minha rua

Minha rua, a João Leão, é exemplo para outras ruas da cidade. Embora os buracos sejam o pesadelo dos motoristas e os riachos que a enxurrada cria nos dias de chuva sejam os (pesadelos) das mães, que precisam lavar as roupas e tênis, casas e calçadas, ela tem se mantido transitável com a ajuda dos moradores. Sempre tem alguém que coloca os entulhos das construções, ou outro que consegue de graça um caminhão de pedras. Os criativos colocam os galhos e folhas da limpeza do jardim. Tenho fotos de uma moradora liderando adolescentes no trabalho de tapar esses buracos. Também tenho foto da placa que foi colocada no governo de dona Munira, que dizia do calçamento da rua. Na tal placa, até o valor orçado para a obra, que nunca aconteceu. Dizem à boca pequena que interesses contrariados impedem as melhorias na rua. Gente que não gosta de um certo morador não deixa que o poder público a conserte. Será? Então, em cada rua do Batel mora um inimigo do poder público?

Nenhum comentário:

Postar um comentário