quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Depois da tempestade.

Gostei de encontrar Lia e Luis Henrique na luta, contra os abutres carniceiros querendo comer. Hienas covardes, que se aproveitam da desgraça, gente abjeta e covarde, que só se revelam quando o sol desaparece. Pessoas que nem desconfiam do que seja ser honesto e digno. Gente que se esconde nas sombras, nas vestes da religião mercadológica e sem fé, gente que entra no jornalismo para ganhar o seu, gente que entra na política para fazer politicagem e servir aos poderosos. Gostei de ter meus companheiros Lia e Luis Henrique no Face, na frente da batalha. Mas cadê os outros? Que fim levaram os companheiros teóricos que ficaram na plateia? Os acadêmicos e seus mestres que têm sempre um discurso pronto, mas que não se aproximam do fogo, com medo de se chamuscarem? É, meus caros, dar a cara a tapa dói, mas quando você enfrenta o inimigo sob a luz, dorme tranquilo quando a noite vem. Estou farta das teorias. Minha vida nunca foi pautada nelas, mas aprendi vivendo. Teorias são boas para a avaliação APL. A prática me mantém saudável. Não tenho medo da direita e não lhes devo nada. Obrigada,Lia e Luis, por vocês serem nossos amigos. E obrigada Paulo, por lutar junto a boa luta. E viva, por muitos anos, o presidente Lula. E viva o povo brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário