terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Carrapatos que te grudem!

Este mês, como no ano passado em janeiro, lembrei das sete pragas do Egito. Aqui em casa tem carrapato nos cachorros, nas paredes, nas reentrâncias e saliências das pedras do calçamento, na grama. Mais, nas duas cadelas que temos e nos cinco filhotinhos de uma delas. No German, que vive grudado nos filhotes. E agora, neste momento, acabo de encontrar um no meu joelho. Não um filhote, meus e minha amig@s, um carrapato. O que significa que é uma infestação. Na semana passada,compramos o produto para combatê-los, depois de desesperada tentativa  no que nós julgávamos a fonte, as pobres cadelas. Sempre tivemos cães em casa, e nunca vi carrapatos neles.Remédios? Usamos todos. Veterinário, injeções, coleiras especiais, aquele óleo no cangote dos bichos. Bombamos a grama do quintal (4.200 m²). Eles resistem. O dono da loja de produtos me informa que a cidade está perdida de carrapatos.Moro em Antonina há 18 anos e nunca havia visto isso, que começou depois das enchentes. Haverá uma relação? É um surto? A vigilância sanitária tem alguma notícia, alguma providência, alguma orientação? Ou devo atribuir isso a alguma praga contra os terríveis ateus e pagãos residentes neste endereço?

Um comentário:

  1. recomendo continuar a luta, lave o quintal constantemente com todos os produtos de limpeza que puder, mas cuidado ao mistura-los, encha o lugar em que os cães dormem de talco, e se puder jogue fora todos os panos em que eles dormem, ou os deixe de molho em água sanitária por algumas horas, procure os lugares onde eles se mantém escondidos, a maior parte dos carrapatos ficam no ambiente, portanto ataque em todos os cantos da casa, mesmo dentro dela, boa sorte

    ResponderExcluir